Soluções
Antimicrobianas

O empenho da Sutter Professional consiste em propor soluções dedicadas à inibição dos efeitos provocados por micro-organismos como bactérias, fungos e vírus, com o objetivo de salvaguardar a saúde das pessoas

A transmissão dos micro-organismos pode ser realizada:
1. Por via aérea (através de pó ou gotículas)
2. Por contacto direto (contacto entre superfícies corporais)
3. Por contacto indireto (através de objetos ou superfícies contaminadas que servem de intermediários)

Para reduzir o risco de transmissão de micro-organismos é necessária a utilização de produtos para superfícies que tenham superado as seguintes normas EN:

EN 1276 (inclui a EN 1040)
Desinfetantes químicos e antisséticos - Ensaio quantitativo em suspensão para a avaliação da atividade bacteriana dos desinfetantes químicos e antisséticos usados no setor alimentar, industrial, doméstico e nas coletividades
EN 1650
Desinfetantes químicos e antisséticos - Ensaio quantitativo em suspensão para a avaliação da atividade fungicida de desinfetantes químicos e antisséticos usados no setor alimentar, industrial, doméstico e nas coletividades
EN 13697
Desinfetantes químicos e antisséticos - Ensaio quantitativo em superfície não porosa para a avaliação da atividade bacteriana e/ou fungicida de desinfetantes químicos e antisséticos usados no setor alimentar, industrial, doméstico e nas coletividades
EN 1276
Desinfetantes químicos e antisséticos - Ensaio quantitativo em suspensão para a avaliação da atividade bacteriana dos desinfetantes químicos e antisséticos usados no setor alimentar, industrial, doméstico e nas coletividades.
EN 1499
Desinfetantes químicos e antisséticos - Lavagem higiénica das mãos
ara detalhes sobre a lista das normas EN superadas pelos produtos Sutter Professional e as respetivas condições de eficácia (dosagem, diluição, tempo de contacto), consulte a documentação técnica de cada produto. Em caso de dúvidas ou pedido de informações, contacte: regulatory.affairs@sutter.it
Bactérias

LEGIONELLA PNEUMOPHILA

A Legionella pneumophila é uma bactéria pertencente à família Legionellaceae, um tipo de parasitas intracelulares especialmente difusos na natureza, especialmente nas imediações dos ambientes aquáticos. A legionella, de facto, tem a oportunidade de proliferar no interior dos componentes, das condutas, das ligações dos sistemas na qual a água corre ou estagna. Por este motivo, pode colonizar condutas hídricas e condicionadores onde se reproduz mais rapidamente.

A bactéria pode entrar para o organismo humano através da respiração das gotículas de água nas quais constam o micro-organismo provocado infeções nas vias respiratórias.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

LISTERIA MONOCYTOGENES

A Listeria monocytogenes é uma bactéria que pertence à ordem Bacillales. Pode contaminar vários alimentos, entre os quais leite, vegetais, carnes pouco cozinhadas ou lacticínios e é responsável pela Listeriosi.

Resistindo até a baixas temperaturas, esta bactéria consegue sobreviver em ambientes industriais como as indústrias alimentares, onde esta contaminação pode representar um verdadeiro problema.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

SALMONELLA ENTERITIDIS

A Salmonella enteritidis é uma bactéria que pertence à família Enterobacteriaceae e é responsável pela salmonelose, um surto alimentar que se pode difundir nos locais em que se realiza uma restauração coletiva, por exemplo, cantinas.

Uma vez que esta bactéria pode ser contraída através da gestão de alimentos ou bebidas contaminadas, é fundamental manter a limpeza das mãos, das superfícies e utensílios dedicados à preparação dos alimentos.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

STAPHYLOCOCCUS AUREUS

A Staphylococcus aureus é uma bactéria comum, causa principal de infeções na pele e nos tecidos moles.

As infeções da Staphylococcus aureus são em geral provocadas pela ingestão de alimentos contaminados, em prevalência leite e derivados, mas também carnes frescas, conservadas e produtos à base de peixe, predominantemente frescos. A causa mais frequente de contaminação é a pouca higiene do pessoal envolvido no processamento das produções alimentares.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

ENTEROCOCCUS HIRAE

A Enterococcus Hirae é uma bactéria que faz parte das Enterococchi, um tipo de bactérias largamente presente na natureza.

A maior parte das infeções por Enterococchi são contraídas no interior de estruturas sanitárias e hospitalares, provocando infeções de vários tipos sobretudo em indivíduos de imunidade comprometida. A transmissão pode ser efetuada através do uso de instrumentos infetados.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

MYCOBACTERIUM AVIUM

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

MYCOBACTERIUM TERRAE

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

CLOSTRIDIUM DIFFICILE

O Clostridium Difficile é uma bactéria anaeróbia, Gram-positiva, presente fisiologicamente no corpo humano e pode ser encontradas nas fezes. A infeção por Clostridium Difficile pode ocorrer após contacto através de mãos, boca e outras membranas mucosas (como as do nariz ou dos olhos) após manusear objetos e/ou superfícies contaminadas com fezes infetadas.
A bactéria pode viver por longos períodos em objetos e superfícies. As normas de prevenção mais importantes são: lavar as mãos depois de utilizar a casa de banho e sempre antes de comer, e garantir que as casas de banho sejam devidamente limpas e higienizadas.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção
Fungos

CANDIDA ALBICANS

A Candida Albicans é uma das estirpes de fundos mais difíceis de eliminar.

Ainda que a Candida resida nointestino, esta é útil enquanto permanecer numa relação harmoniosa com a flora microbiana autóctone mas se proliferar demasiado, pelas microtoxinas que emana, pode até emigrar para outro lugar no organismo, gerando outros problemas difíceis de erradicar.

Assim, é fundamental garantir a higiene das superfícies e das mãos.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

PENICILLIUM AURANTIOGRISEUM

O Penicillium Aurantiogriseum é um dos géneros de fungos mais difundidos na natureza e as suas muitas espécies conseguem desenvolver-se nos habitats mais diversos. Um dos ambientes em que se encontra mais frequentemente é o agroalimentar, onde pode contaminar os géneros alimentares, seja em campo, seja durante a conservação.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

ASPERGILLUS NIGER

O Aspergillus Niger é um dos 200 tipos de bolor pertencentes à família dos Aspergillus. Desenvolve-se em ambientes ricos de oxigénio e nutre-se principalmente de amido, pelo qual se não for mantida sob controlo, pode contaminar os cultivos de cereais e batatas.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

ASPERGILLUS BRASILIENSIS

O Aspergillus Brasiliensis é um dos 200 tipos de bolor pertencentes à família dos Aspergillus. Desenvolve-se em ambientes ricos de oxigénio e nutre-se principalmente de amido, pelo qual se não for mantida sob controlo, pode contaminar os cultivos de cereais e batatas.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção
Vírus

A/H1N1

A Influenza A/H1N1 é uma infeção viral aguda do aparelho respiratório com sintomas fundamentalmente semelhantes aos sintomas da gripe: febre de surgimento rápido, tosse, dor de garganta, mal-estar geral. Tal como acontece na gripe tradicional, podem surgir complicações graves como a pneumonia. 

A transmissão de pessoa para pessoa do vírus da Influenza A H1N1 pode verificar-se por via aérea através de gotas de saliva de quem tosse ou espirra, mas também por via indireta, como o contacto com mãos contaminadas pelas secreções respiratórias. Por isso, é essencial uma boa higiene das mãos e das secreções respiratórias para limitar a disseminação da Influenza.

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

MURINE NOROVIRUS

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

POLIOVIRUS TYPE 1

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção

ADENOVIRUS TYPE 5

* para mais informações verifique a ficha técnica e o anexo na ficha do produto em que estão indicadas as condições de eficácia testadas

Fechar esta seção
X

Login

Acesso a dados não reconhecidos!
Esqueceu sua senha?
Você não está registrado
Registro